∂єѕαмσя αмαитє

Vermelho
Das toalhas manchadas,
Dos copos virados,
Bagunça.
Vermelho sangue,
Das vidas opostas,
Das rosas desfloradas
Do rastro de lagrimas
Dos amantes, não mais enamorados, liberdade
Dos ainda enamorados, o vermelho
Dos sentimentos vazios,
Dos sonhos ensangüentados.
Separação,
Doce vermelho da dor.
Priscila Rodrigues de Oliveira, 23 de abril de 2009

3 lembretes:

Cristiano_Kaz disse...

Chorey T.T Nova personagem literárioa conteporânea....

Steferson disse...

por que será que eu lembrei a mim mesmo descrevendo algo, hein?
auheuaheuaehuaehuaeu

ficou bom, amor, muito
beeeeem vago e com uma interpretação ampla nos muitos pequenos espaços *-*
adorei

ellen disse...

tanto tipo de vermelho...
vermelho strawberry
vermelho mogno
vermelho acajú
pq tem q ser o vermelho Sangue!?!?
aiii
''arrepios''